Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a sua utilização.

Sinalização

27/02/2017 0 Comentários Noticias sobre Proteção contra incêndios,

 

Sinalização

Todos os edifícios devem possuir sinalização adequada que indiquem respectivamente proibição, perigo, emergência e meios de intervenção, consoante o seu formato e cor, devendo ser de material rígido fotoluminescente.

Devem permitir a visibilidade a partir de qualquer ponto onde a informação que contém deva ser conhecida e devem ser fixadas a uma altura igual ou superior a 2,1 m e não superior a 3 m.

As placas de sinalização não devem ser colocadas sobre os aparelhos de iluminação, mas próximas dos mesmos (inferior a 2 m).

 

As placas de sinalização devem indicar:

  • Caminhos de evacuação, colocadas perpendicularmente ao sentido de fuga e nos locais de mudança de direção, de maneira inconfundível, a distâncias de 6 a 30 m
  • O nº do piso ou a saída, consoante o caso
  • Meios de 1ª e 2ª intervenção, preferencialmente na perpendicular ao eixo de visão. Quando os meios não estiverem visíveis, para além do sinal colocado na altura regulamentar, deverá existir um outro sinal que identifique a localização do meio
  • Meios de alarme e alerta (botões de alarme, telefones de alerta, etc.)
  • Meios passivos e ativos, de comando ou operação manual
Etiquetas: placas sinalização

Comentário